Minha foto
Henderson Matsuura Sanches
Professor nas Faculdade JK de Tecnologia e Faculdade JK Michelangelo no Distrito Federal; Mestre em Engenharia Biomédica pela UnB/FGA (2017); Graduado em Licenciatura em Computação pela Faculdade Fortium (2011); Membro da Comunidade LibreOffice Brasil desde 2013; Membro da TDF – The Document Foundation desde 2014; Coordenador Geral do FLISOL – DF nos anos 2018, 2017 e 2016; Pesquisador no Laboratório de Informática em Saúde (LIS) da UnB/FGA com pesquisas envolvendo Ontologia no Tratamento da Neoplasia Mamária (NM); Membro da Comunidade Soffware Livre de Brasília; Sócio da ASL – Associação Software Livre; Sócio da SBC – Sociedade Brasileira de Computação e Sócio da SBEB – Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica.

Postagem em destaque

Q4OS 3.12

Uma nova versão do Q4OS, uma distribuição Linux para desktop baseada em Debian que oferece a escolha de uma interface de usuário de estilo clássico (Trinity ou TDE, um fork do KDE 4) ou o moderno desktop KDE Plasma, foi lançada:

"Uma atualização para Q4OS 3 'Centaurus' LTS foi lançado. A nova série 3.12 recebe a recente atualização Debian 'Buster' 10.5, segurança crítica e correções de bugs, e várias melhorias específicas do Q4OS. Estamos trabalhando em temas visuais do Plasma - o tema Debonaire é agora disponível diretamente na mídia ao vivo baseada em Plasma, e outros novos temas estão disponíveis para instalação a partir dos repositórios. A detecção automática de hardware NVIDIA e instalador dedicado foi corrigido. Além do acima, Q4OS 3.12 traz outras melhorias, como o Firefox 80 instalador, perfis de desktop suplementados e uma atualização cumulativa cobrindo todas as alterações da versão 'Centaurus' Q4OS 3 estável anterior. Os usuários atuais só precisam realizar uma atualização regular para obter todos os novos recursos. Qualquer pessoa pode fazer o downloa d imagens da mídia de instalação da seção Downloads do site da Q4OS."

Para ler a nota de lançamento clique aqui. Para baixar clique no link:https://www.q4os.org/downloads1.html

Comentários