Pesquisa

Carregando...

Postagem em destaque

Agora Você pode Ajudar o Blog "Software Livre Brasília-DF"

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Blogs ganham para escrever sobre navegador Chrome; Google nega posts pagos

O Google foi pego quebrando suas próprias regras ao pagar blogueiros – mesmo que de forma indireta, após a contratação de uma empresa de mídia -- para escrever posts que promovem o navegador Chrome, da própria empresa. Os posts, segundo o “Daily Mail”, contêm informações bastante vagas sobre o browser e têm pouco conteúdo original. O objetivo com essa ação seria ajudar a plataforma ganhar popularidade nas buscas do Google, fazendo com que apareça entre os primeiros resultados.

Segundo o “Daily Mail”, os posts pagos exibem a informação “este post é patrocinado pelo Google Chrome”. Na maioria dos casos, esses textos falam dos benefícios da ferramenta, especialmente para pequenos negócios, e mostram um vídeo da campanha mais recente do produto. Uma frase em inglês também é usada com frequência: “O Google Chrome ajudou essa pequena empresa de Vermont a tornar-se global. O que o Google Chrome pode fazer pelo seu futuro?”.

De acordo com o “Washington Post”, o Google alega “nunca ter concordado em ir além dos anúncios online. Evitamos, de forma consistente, pagar blogueiros para promover nossos produtos porque esse tipo de promoção não é transparente ou de interesse de nossos usuários”.

O blog Search Engine Land, citado pelo “Washinton Post”, diz que a história dos posts pagos teria origem em uma agência chamada Essence Digital, contratada pelo Google para promover vídeos. A Essence Digital, por sua vez, teria deixado a promoção dos vídeos a cargo de outra empresa, a Unruly. Daí teriam surgido os posts pagos. A Essence Digital diz que o Google não tinha conhecimento dessa prática e, em comunicado, pediu desculpas pelos posts “que pareciam ser pagos, geralmente com qualidade ruim e fora do padrão do Google”.

O “Daily Mail” classifica a situação como irônica, pois o Google tem uma política rígida de punir sites que visam principalmente oferecer anúncios, e não outros tipos de conteúdo, inclusive tirando-os dos resultados de busca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário