Minha foto
Professor nas Faculdade JK de Tecnologia e Faculdade JK Michelangelo no Distrito Federal; Mestre em Engenharia Biomédica pela UnB/FGA (2017); Graduado em Licenciatura em Computação pela Faculdade Fortium (2011); Membro da Comunidade LibreOffice Brasil desde 2013; Membro da TDF – The Document Foundation desde 2014; Coordenador Geral do FLISOL – DF nos anos 2018, 2017 e 2016; Pesquisador no Laboratório de Informática em Saúde (LIS) da UnB/FGA com pesquisas envolvendo Ontologia no Tratamento da Neoplasia Mamária (NM); Membro da Comunidade Soffware Livre de Brasília; Sócio da ASL – Associação Software Livre; Sócio da SBC – Sociedade Brasileira de Computação e Sócio da SBEB – Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica.

Postagem em destaque

Como Instalar o Krita 4.0.4

LibreOffice Alavanca o OSS-Fuzz do Google para Melhorar a Qualidade do Conjunto de Escritórios

A The Document Foundation fez uso do OSS-Fuzz, o esforço do Google para tornar o software de código aberto mais seguro e estável, para melhorar ainda mais a qualidade ea confiabilidade do código fonte do LibreOffice. Os desenvolvedores usaram o processo de fuzzing contínuo e automatizado, que muitas vezes captura problemas apenas horas depois de aparecerem no repositório de código upstream, para resolver bugs - e potenciais problemas de segurança - antes da próxima versão binária. 

O LibreOffice é o primeiro conjunto de escritório livre no mercado para aproveitar OSS-Fuzz do Google. O serviço, que está associado a outras ferramentas de digitalização de código fonte, como o Coverity, foi integrado nos processos de segurança do LibreOffice - sob a liderança da Red Hat - para melhorar significativamente a qualidade do código-fonte. 

Para saber mais leia a matéria completa no blog da Document Foundation clicando aqui.

Comentários