Minha foto
Professor nas Faculdade JK de Tecnologia e Faculdade JK Michelangelo no Distrito Federal; Mestre em Engenharia Biomédica pela UnB/FGA (2017); Graduado em Licenciatura em Computação pela Faculdade Fortium (2011); Membro da Comunidade LibreOffice Brasil desde 2013; Membro da TDF – The Document Foundation desde 2014; Coordenador Geral do FLISOL – DF nos anos 2018, 2017 e 2016; Pesquisador no Laboratório de Informática em Saúde (LIS) da UnB/FGA com pesquisas envolvendo Ontologia no Tratamento da Neoplasia Mamária (NM); Membro da Comunidade Soffware Livre de Brasília; Sócio da ASL – Associação Software Livre; Sócio da SBC – Sociedade Brasileira de Computação e Sócio da SBEB – Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica.

Postagem em destaque

Para onde o Linux deve ir agora? Torvalds responde: "Ainda quero o desktop"

Em um painel de desenvolvedores do kernel na LinuxCon Chicago, o moderador Greg Kroah-Hartman observou que o Linux hoje já roda em toda parte, e perguntou: para onde ele deve ir a seguir?

Linus Torvalds respondeu: "eu ainda quero o desktop", e recebeu os aplausos da plateia.

Em seguida Torvalds complementou: o desafio no desktop não é um problema do kernel, e sim de toda a infraestrutura. Mas ele acredita que chegará lá um dia. (via www.eweek.com - “Linux Founder Linus Torvalds 'Still Wants the Desktop'”)

Comentários

  1. O problema do Linux é que existem muitas distros, o que deixa o novo usuário ou novos simpatizantes com "medo" de migrar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vejo problema quanto o número de Distro, isso da opção para os novos usuários, claro que a melhor distro é a que melhor atender o usuário.

      Excluir

Postar um comentário