Minha foto
Henderson Matsuura Sanches
Professor nas Faculdade JK de Tecnologia e Faculdade JK Michelangelo no Distrito Federal; Mestre em Engenharia Biomédica pela UnB/FGA (2017); Graduado em Licenciatura em Computação pela Faculdade Fortium (2011); Membro da Comunidade LibreOffice Brasil desde 2013; Membro da TDF – The Document Foundation desde 2014; Coordenador Geral do FLISOL – DF nos anos 2018, 2017 e 2016; Pesquisador no Laboratório de Informática em Saúde (LIS) da UnB/FGA com pesquisas envolvendo Ontologia no Tratamento da Neoplasia Mamária (NM); Membro da Comunidade Soffware Livre de Brasília; Sócio da ASL – Associação Software Livre; Sócio da SBC – Sociedade Brasileira de Computação e Sócio da SBEB – Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica.

Postagem em destaque

Faça Uma Doação para o Blog "Software Livre Brasília-DF"

V Fórum da Internet do Brasil

Salvador foi sede do V Fórum da Internet do Brasil como tema: "Internet Empoderando o Desenvolvimento Sustentável" ocorrido nos dias 15 à 17 de julho organizado pelo Comite Gestor da Internte do Brasil (CGI), onde foram discutidos alguns temas como: 

  • Desafios da Inclusão Digital
  • Economia da Internet
  • Cibersegurança e Confiança
  • Internet e Direitos Humanos
Segundo os dados apresentados no Fórum atualmente são aproximadamente 85,9 milhões de brasileiros  navegando em sites e portais, o Brasil é o 3º pais que mais acessa a internet, o Ministerio da Saúde lanço em 2014 um app do SAMU, o fim do protocolo IPV4 que está esgotado, hoje apenas 3% da população tem acesso a internet via IPV6, e 7% do acesso ao Google é via IPV6, onde temos empresas como a Claro, OI, TIM não implementaram o IPV6, as empresas como a VIVO, GVT e NET ja implementaram o IPV6 em sua infraestrutura e empresas como o Facebook já pensam em eliminar o acesso nos servidores via IPV4 para somente utilizarem o IPV6, então caso você tenha o serviço de umas das operadoras mencionadas que não implementaram o IPV6 em sua estrutura, caso você não consiga mais acessar sua conta do Facebook, já sabe o motivo. 

 
Conhecemos o Raul Hacker Club um Hacker Space  para quem quer aprender mais sobre programação, adurino, hardware livre, onde eles mantem o projeto por meio de doação.

No relátorio apresentado pelos grupos de discursão fico bem claro que para manter a segurança é preciso usar o software livre, o apoio a Lei do Marco Civil da Internet.

Comentários