Minha foto
Henderson Matsuura Sanches
Professor nas Faculdade JK de Tecnologia e Faculdade JK Michelangelo no Distrito Federal; Mestre em Engenharia Biomédica pela UnB/FGA (2017); Graduado em Licenciatura em Computação pela Faculdade Fortium (2011); Membro da Comunidade LibreOffice Brasil desde 2013; Membro da TDF – The Document Foundation desde 2014; Coordenador Geral do FLISOL – DF nos anos 2018, 2017 e 2016; Pesquisador no Laboratório de Informática em Saúde (LIS) da UnB/FGA com pesquisas envolvendo Ontologia no Tratamento da Neoplasia Mamária (NM); Membro da Comunidade Soffware Livre de Brasília; Sócio da ASL – Associação Software Livre; Sócio da SBC – Sociedade Brasileira de Computação e Sócio da SBEB – Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica.

Postagem em destaque

Faça Uma Doação para o Blog "Software Livre Brasília-DF"

SparkyLinux 5.3

SparkyLinux é uma distribuição baseada em Debian com muitas edições e sabores de desktop. O lançamento mais recente do projeto é o SparkyLinux 5.3, que é uma plataforma de lançamento contínua baseada no ramo do Debian's Testing.
"Alterações: atualização completa do sistema dos repositórios de Testes Debian em 7 de março de 2018; o kernel 4.15.4 do Linux como padrão (4.15.8 está disponível no repositório Sparky 'instável'), o instalador do sistema padrão, Squids, atualizado até a versão 3.1 .12; pacotes adicionados para suportar sistemas de arquivos Btrfs e XFS; limpeza de arquivos e configurações antigos; adicionou nova ferramenta para limpar o sistema a partir de arquivos e configurações antigos - BleachBit; o instalador do pacote de idiomas faltando (para parte do APTus) obteve GNOME, KDE e opção de instalação do pacote de idioma Qt; o gdebi foi removido; os debs armazenados localmente podem ser instalados através do pacote APTus, Instalação, Instalação; a edição CLI foi reconfigurada, ele usa sudo como padrão depois de instalá-lo em um disco rígido também."

Para ler a nota de lançamento clique aqui. Para baixar clique no link:https://sparkylinux.org/download/rolling/

Comentários