Minha foto
Henderson Matsuura Sanches
Professor nas Faculdade JK de Tecnologia e Faculdade JK Michelangelo no Distrito Federal; Mestre em Engenharia Biomédica pela UnB/FGA (2017); Graduado em Licenciatura em Computação pela Faculdade Fortium (2011); Membro da Comunidade LibreOffice Brasil desde 2013; Membro da TDF – The Document Foundation desde 2014; Coordenador Geral do FLISOL – DF nos anos 2018, 2017 e 2016; Pesquisador no Laboratório de Informática em Saúde (LIS) da UnB/FGA com pesquisas envolvendo Ontologia no Tratamento da Neoplasia Mamária (NM); Membro da Comunidade Soffware Livre de Brasília; Sócio da ASL – Associação Software Livre; Sócio da SBC – Sociedade Brasileira de Computação e Sócio da SBEB – Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica.

Postagem em destaque

Faça Uma Doação para o Blog "Software Livre Brasília-DF"

Void 20181111

O Void é uma distribuição Linux desenvolvida de forma independente, com vários detalhes interessantes, como seu próprio sistema de gerenciamento de pacotes (chamado XBPS), um sistema init nativo (runit), integração do LibreSSL ao invés do OpenSSL e suporte para vários Dispositivos baseados em ARM. A versão mais recente, a versão 20181111, fornece um grande número de atualizações e correções:

"Novas imagens x86 e ARM agora estão disponíveis. As imagens x86 vêm com vários tipos: Sistema básico, Enlightenment, Canela, MATE, Xfce, LXDE e LXQt. As Como de costume, temos também um suprimento de imagens ARM, incluindo: BeagleBone e BeagleBone Black, Cubieboard 2, Odroid U2 / U3, RaspberryPi (armv6), RaspberryPi 2/3 (armv7). O Void também vem nos sabores C musl, que usam o musl C biblioteca, uma alternativa leve à popular biblioteca glibc."

Para ler a nota de lançamento clique aqui. Para baixar clique no link:https://voidlinux.org/download/

Comentários