Minha foto
Henderson Matsuura Sanches
Professor nas Faculdade JK de Tecnologia e Faculdade JK Michelangelo no Distrito Federal; Mestre em Engenharia Biomédica pela UnB/FGA (2017); Graduado em Licenciatura em Computação pela Faculdade Fortium (2011); Membro da Comunidade LibreOffice Brasil desde 2013; Membro da TDF – The Document Foundation desde 2014; Coordenador Geral do FLISOL – DF nos anos 2018, 2017 e 2016; Pesquisador no Laboratório de Informática em Saúde (LIS) da UnB/FGA com pesquisas envolvendo Ontologia no Tratamento da Neoplasia Mamária (NM); Membro da Comunidade Soffware Livre de Brasília; Sócio da ASL – Associação Software Livre; Sócio da SBC – Sociedade Brasileira de Computação e Sócio da SBEB – Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica.

Postagem em destaque

Faça Uma Doação para o Blog "Software Livre Brasília-DF"

Recupere o GRUB em 3 Comandos

Um acontecimento frequente com os usuários de dual boot é a perca do " Grub", o usuário tem dois sistemas operacionais, Windows e o GNU\Linux, por exemplo, isso acontece quando você precisa formatar seu Windows, ao ser reinstalado ele apaga o "MBR" (Master Boot Record), local onde é guardada as informações do disco como ordem de boot, partições etc. 

O GRUB fica localizado na MBR, então para recuperá-lo de forma simples e fácil siga as instruções a seguir: 

Você vai precisar de um CD-Live (utilize a versão da sua distro). 

Depois de carregado o Live-CD, entre no seu terminal e digite os comandos a seguir: 

1. Verificando a partição referente ao seu GNU/LINUX: 
(Caso esteja utilizando outro SO que não seja a sua distro, faça o login como ROOT) 

$ sudo fdisk -l 

2. Vamos montar o seu sistema de arquivos na sua partição GNU/Linux no diretório /mnt. 

$ sudo mount -t ext4 /dev/sda6 /mnt 

Neste caso o meu sistema de arquivos é EXT4 e a minha partição Linux é a "sda6", troque esses campos conforme a sua configuração. 

3. Instalação do Grub: 

$ sudo grub-install --root-directory=/mnt /dev/sda

Pronto, agora é so reiniciar que o GRUB já estará reinstalado e sem a necessidade de reinstalar o seu GNU\Linux. Espero que está dica possa ajuda-lo.

Comentários