Minha foto
Henderson Matsuura Sanches
Professor nas Faculdade JK de Tecnologia e Faculdade JK Michelangelo no Distrito Federal; Mestre em Engenharia Biomédica pela UnB/FGA (2017); Graduado em Licenciatura em Computação pela Faculdade Fortium (2011); Membro da Comunidade LibreOffice Brasil desde 2013; Membro da TDF – The Document Foundation desde 2014; Coordenador Geral do FLISOL – DF nos anos 2018, 2017 e 2016; Pesquisador no Laboratório de Informática em Saúde (LIS) da UnB/FGA com pesquisas envolvendo Ontologia no Tratamento da Neoplasia Mamária (NM); Membro da Comunidade Soffware Livre de Brasília; Sócio da ASL – Associação Software Livre; Sócio da SBC – Sociedade Brasileira de Computação e Sócio da SBEB – Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica.

Postagem em destaque

FLISOL-DF 2020 Adiado

4MLinux 32.0

A Zbigniew Konojacki anunciou o lançamento do 4MLinux 32.0, a mais recente atualização da distribuição minimalista do projeto, com "four Ms": manutenção (como um CD ao vivo de resgate do sistema), multimídia (para reproduzir DVDs de vídeo e outros arquivos multimídia), mini-servidor ( usando o daemon inetd) e mistério (fornecendo vários pequenos jogos Linux). Esta versão atualiza a maioria dos pacotes base e adiciona vários novos aplicativos de software:

"O status da série 4MLinux 32.0 foi alterado para STABLE. Como sempre, a nova versão principal possui alguns recursos. Melhor suporte para placas de vídeo Intel (via MESA 3D PCManFM no 4MLinux agora pode criar miniaturas de vídeo (usando FFmpeg), bem como miniaturas PS / PDF (usando ImageMagick) .A decodificação de vídeo AV1 está finalmente disponível imediatamente (via FFmpeg com a biblioteca dav1d). Os seguintes aplicativos foram adicionados: SciTE (editor de código-fonte), GNU nano (com corretor ortográfico), mg (originalmente chamado MicroGnuEmacs) Além disso, o Vim (com gVim) agora está disponível como uma extensão para download."

Para ler a nota de lançamento clique aqui. Para baixar clique no link:https://sourceforge.net/projects/linux4m/files/32.0/livecd/

Comentários