Minha foto
Henderson Matsuura Sanches
Professor nas Faculdade JK de Tecnologia e Faculdade JK Michelangelo no Distrito Federal; Mestre em Engenharia Biomédica pela UnB/FGA (2017); Graduado em Licenciatura em Computação pela Faculdade Fortium (2011); Membro da Comunidade LibreOffice Brasil desde 2013; Membro da TDF – The Document Foundation desde 2014; Coordenador Geral do FLISOL – DF nos anos 2018, 2017 e 2016; Pesquisador no Laboratório de Informática em Saúde (LIS) da UnB/FGA com pesquisas envolvendo Ontologia no Tratamento da Neoplasia Mamária (NM); Membro da Comunidade Soffware Livre de Brasília; Sócio da ASL – Associação Software Livre; Sócio da SBC – Sociedade Brasileira de Computação e Sócio da SBEB – Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica.

Postagem em destaque

ArcoLinux 6.9.1

ArcoLinux (anteriormente conhecido como ArchMerge), é um projeto baseado em Arch que desenvolve várias distribuições prontas para uso que apresentam uma série de ambientes de desktop populares. O ArcoLinux 6.9.1 foi pré-anunciado no início desta semana, mas a edição principal do Xfce só foi disponibilizada sádado (14/07). A partir do anúncio de lançamento:

"Decidimos reduzir nossas imagens ISO e remover elementos que não usamos ou que podem ser considerados um passivo de segurança. Você pode instalá-los se desejar após a instalação da imagem ISO. Nosso objetivo é para ficar em torno de 2 gigabytes para a imagem ISO ArcoLinux Melhorias: novo logotipo foi incluído nos logotipos dos conkies, display de fonte foi melhorado e redimensionado para 11, adicionado arquivo de configuração VMware para incluir resolução de 1920x1080, Neofetch foi atualizado de v4 a v5, seguimos a configuração oficial e alteramos para nossa própria configuração do ArcoLinux; 000- script para usar todos os núcleos agora também inclui 6 núcleos; novo alias vbm para montar a pasta Public no VirtualBox; o antigo alias 'update' é agora 'sudo pacman -Syyu' .... "

Para ler a nota de lançamanto clique aqui. Para baixar clique no link:https://arcolinux.info/download/

Comentários