Minha foto
Henderson Matsuura Sanches
Professor nas Faculdade JK de Tecnologia e Faculdade JK Michelangelo no Distrito Federal; Mestre em Engenharia Biomédica pela UnB/FGA (2017); Graduado em Licenciatura em Computação pela Faculdade Fortium (2011); Membro da Comunidade LibreOffice Brasil desde 2013; Membro da TDF – The Document Foundation desde 2014; Coordenador Geral do FLISOL – DF nos anos 2018, 2017 e 2016; Pesquisador no Laboratório de Informática em Saúde (LIS) da UnB/FGA com pesquisas envolvendo Ontologia no Tratamento da Neoplasia Mamária (NM); Membro da Comunidade Soffware Livre de Brasília; Sócio da ASL – Associação Software Livre; Sócio da SBC – Sociedade Brasileira de Computação e Sócio da SBEB – Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica.

Postagem em destaque

Hyperbola GNU/Linux-libre 0.4

André Silva anunciou o lançamento do Hyperbola GNU/Linux-libre 0.4, uma nova versão da distribuição Linux "libre" do projeto que atende às Diretrizes de Distribuição de Sistemas Livres GNU (GNU FSDG). Esta versão elimina o suporte para systemd e adiciona suporte experimental para o sistema runit init:

"Após um longo e contínuo período de testes e desenvolvimento, estamos felizes em anunciar uma nova versão do Hyperbola GNU/Linux-libre. Muitos dos frameworks comumente usados que identificamos como definitivamente não desejados foram descartados e as alternativas foram empacotadas e incluídas. Lumina é um exemplo disso, quando se trata de ambientes de desktop, dada a sua não dependência de D-Bus. Bluetooth é outro, o suporte também foi descartado , principalmente por causa da enorme complexidade desta base de código e vulnerabilidades derivadas e bem conhecidas. Além disso, Hyperbola GNU/Linux-libre 0.4 permanece mais orientado para INIT-Freedom. Portanto, também adicionamos agora suporte experimental para runit com a opção de adicione também mais alternativas (potencialmente S6)."

Para ler a nota de lançamento clique aqui. Para baixar clique no link:https://wiki.hyperbola.info/doku.php?id=en:main:downloads&redirect=1 

Comentários