Minha foto
Henderson Matsuura Sanches
Professor nas Faculdade JK de Tecnologia e Faculdade JK Michelangelo no Distrito Federal; Mestre em Engenharia Biomédica pela UnB/FGA (2017); Graduado em Licenciatura em Computação pela Faculdade Fortium (2011); Membro da Comunidade LibreOffice Brasil desde 2013; Membro da TDF – The Document Foundation desde 2014; Coordenador Geral do FLISOL – DF nos anos 2018, 2017 e 2016; Pesquisador no Laboratório de Informática em Saúde (LIS) da UnB/FGA com pesquisas envolvendo Ontologia no Tratamento da Neoplasia Mamária (NM); Membro da Comunidade Soffware Livre de Brasília; Sócio da ASL – Associação Software Livre; Sócio da SBC – Sociedade Brasileira de Computação e Sócio da SBEB – Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica.

Postagem em destaque

Linux Mint 5 LMDE "Elsie"

Clement Lefebvre anunciou o lançamento de uma nova versão da edição Debian do Linux Mint, mais conhecida como LMDE. A nova versão é baseada no Debian 11 e usa o desktop Cinnamon: 

"A equipe está orgulhosa em anunciar o lançamento do LMDE 5 'Elsie'." O anúncio de lançamento contém uma breve introdução ao LMDE, enquanto as notas de lançamento fornecem uma lista de problemas conhecidos: "Para iniciar o instalador no modo especialista, execute o seguinte comando: sudo live-installer-expert-mode. Você deve primeiro removê-la dos volumes e grupos LVM aos quais ela pertence. No modo de particionamento manual, observe que o instalador montará automaticamente todas as partições swap. Essas partições também serão colocadas em /etc/fstab no sistema instalado . As imagens ISO do LMDE e o instalador ao vivo usam uma estrutura diferente daquelas usadas por outras distribuições. Não use Yumi ou tecnologias de inicialização múltipla com o LMDE, pois ele não será instalado corretamente. A conta root é bloqueada por padrão. Para usar no console de recuperação (no menu Grub) ou faça login como root, primeiro você precisa fornecer uma nova senha ao root: sudo passwd root."

Para ler a nota de lançamento clique aqui. Para baixar clique no link:https://linuxmint.com/edition.php?id=297 

Comentários